EM DESTAQUE


Marcação Online de Consulta


 



















Implantologia - Implantes Dentários 

A implantologia permite ao seu dentista repôr na sua boca os dentes perdidos, através da colocação de implantes dentários em titânio e coroas estéticas em porcelana.

Os implantes dentários funcionam como uma raiz artificial para suportar dentes artificiais.

Os implantes são utilizados de perda de um ou mais dentes , ou até mesmo todos os dentes. Nos casos de perdas maiores, não é necessário colocar um implante dentário para cada dente perdido, apenas alguns implantes dentários bem distribuídos são capazes de suportar uma prótese fixa, proporcionando ao paciente estética, conforto, segurança e uma mastigação eficaz.

                              

Qual a taxa de sucesso de um Implante Dentário?

A chave para o sucesso a longo prazo dos implantes dentários passa pela sua manutenção

É imprescindível o controlo periódico dos implantes e dos tecidos que o suportam - os tecidos perimplantares - o osso e os tecidos moles que circundam o implante.

Estes controlos devem ser realizados de acordo com a necessidade de cada paciente, atendendo aos factores que possam contribuir para o desenvolvimento de doença periodontal (nos dentes naturais) assim como evitar que esta se desenvolva nos tecidos perimplantares, pois o risco destes pacientes desenvolverem doença perimplantar é maior do que em pacientes com tecidos moles e osso saudáveis.

As consultas de manutenção devem incluir: 

- Sondagem dos tecidos perimplantares,Se há bolsas periodontais ou hemorragia;

- Avaliação radiográfica.

Para a manutenção nós aconselhamos:

- No primeiro ano após colocação do implante fazer consulta de controlo semestral dos tecidos perimplantares e osteointegração (fixação do implante ao osso);

- Nos restantes anos fazer consulta anual de controlo;

- Caso tenha história de doença periodontal nos dentes naturais, deve fazer uma consulta de controlo trimestral no primeiro ano após a cirurgia de colocação do implante dentário;

- Caso observe inflamação recorrente do tecido gengival circundante, exposição da coroa ou do parafuso de titânio, informe de imediato o seu médico dentista.

 

Quais os cuidados de higienização no caso de implantes dentários?

1. Implante Unitário

a. Escovagem diária 3 vezes ao dia, uso de fio dentário super-floss e colutório (elixir sem álcool);

b. Marcar consulta semestral de Higiene Oral

 

2. Ponte/Prótese sobre implantes

a. Para além da escovagem diária normal, do super-floss e do colutório, usar escovilhão na zona e waterpik (jacto de água);

b. Marcar Consulta semestral de Higiene Oral.

c. No caso da prótese sobre implantes a consulta deve ser de 4 em 4 meses, onde a prótese é removida pelo médico dentista/Higienista Oral para higienização completa.

 

            

 

Contra-indicações para a colocação de implantes dentários

 - Doença cardíaca;

 - Diabetes não controlada;

 - Radioterapia recente;

Se não tiver nenhum problema de saúde complicado e tiver uma quantidade de osso adequada á colocação de um implante dentário, é um paciente indicado para a cirurgia. Na grande maioria das vezes é possível regenerar o osso através de técnicas pouco dolorosas, utilizando osso artificial e membrana ou até mesmo osso da própria pessoa.

                                                    

 

As fases de tratamento

Na grande maioria dos casos, o paciente é submetido a cirurgia para colocação de implantes dentários e aguarda um período de 4 a 6 meses para que haja osseointegração (união definitiva entre o osso e o implante dentário). Em alguns casos esse tempo pode ser reduzido. Após esse período é concretizada a prótese definitiva. Nesse intervalo de tempo não é necessário que o paciente fique sem prótese, pois as próteses provisórias são confeccionadas para que o paciente mantenha estética e funcionalidade durante todo o tratamento.
O Tratamento com Implantes Dentários desenvolve-se nas seguintes fases:

  • Exame clinico e diagnóstico
  • Fase cirurgica-para colocação de implantes dentários
  • Fase protética- para confecção e colocação da prótese
  • Fase manutenção- para vigilância periódica dos implantes dentários

Vantagens da sua colocação:

  • Não necessita de danificar qualquer dente natural;
  • As próteses são totalmente fixas e de dimensões reduzidas;
  • Melhoria da estética e conforto na mastigação;
  • Rejuvenescimento da face;
  • Impedir a reabsorção do osso no local onde se perderam os dentes
  • Os implantes dentários têm actualmente uma taxa de sucesso de 98% e duram toda a nossa vida.

Substitutos para os dentes. Oferecem uma solução segura para a substituição de um ou mais dentes. Assemelham-se, sentem-se e funcionam como dentes reais. Com implantes dentários consegue voltar a mastigar sem dor ou irritação. Alimentos outrora "proibidos" podem voltar ao dia a dia. Os implantes dentários mantêm a estrutura facial.

Existem há cerca de 25 anos. Nos últimos 12 anos as taxas de sucesso têm vindo a subir consideravelmente. Com assistência profissional e cuidados pessoais, a taxa de sucesso é actualmente superior a 90%.

Normalmente o desconforto doloroso não é um problema. Os utentes relatam que tirar um dente foi mais doloroso que a colocação de um implante dentário. O médico utiliza um regime anestésico de modo a evitar a dor.

Quando sair do consultório, será receitada a respectiva medicação, de forma a que a dor seja eliminada.
Os pacientes que podem ter implantes dentários vão desde a adolescência a adultos de 80 anos. Saúde geral e osso em bom estado são os factores a avaliar aos candidatos a implantes.

É necessário que se mantenha a rotina diária de higiene oral e são aconselháveis visitas semestrais ao seu médico para efectuar uma limpeza de rotina e uma consulta de avaliação.

A nossa clínica utiliza implantes osteointegrados importados, da marca Sueca Nobel Biocare, líder mundial no sector. Utilizamos os sistemas Branemark System e Replace Select. Para maiores informações, como depoimentos, vídeos e imagens, visite o site da empresa: http://www.nobelsmile.pt

Como são colocados?

Os implantes dentários são estruturas de metal posicionadas cirurgicamente no osso maxilar abaixo da gengiva. Permitem ao dentista montar dentes substitutos sobre eles.
Por serem integrados no osso oferecem suporte estável para os dentes artificiais. Próteses parciais e próteses montadas sobre implantes não escorregam nem mudam de posição na boca.
Esta segurança ajuda as próteses parciais, pontes, coroas individuais colocadas sobre implantes, que proporcionam uma situação mais natural do que pontes ou próteses convencionais.
Uma higiene oral meticulosa é essencial para o sucesso a longo prazo dos seus implantes dentários.
Os implantes dentários são, em geral, mais caros que outros métodos de substituição de dentes.

Implante dentário, a dentição definitiva e confortável

Actualmente os implantes dentários de titânio são a melhor opção para a reposição de dentes, seja em casos com boa quantidade óssea, ou em casos com falta de osso. Estas modernas técnicas podem devolver o sorriso aberto, a mastigação forte e segura, e a auto estima do paciente.

A boca é um sistema integrado onde cada parte tem sua função.Se perdermos um dente, ocorre a desarmonia o que compromete a função mastigadora e ameaça os outros dentes. Próteses convencionais foram e ainda são soluções adequadas para vários casos. Porém se compararmos os seus resultados com os obtidos pelas próteses sobre implantes encontramos muitas vantagens desta nova técnica.

Vantagens em relação às próteses convencionais:

  • Mastigação;
  • Falar;
  • Lavagem;
  • Sorriso aberto;
  • Não há lugar a cáries;
  • Recuperação estética;
  • Substitui próteses removíveis, dentaduras e pontes fixas,  melhorando a estética;
  • Higiene oral facilitada.

 

Este tipo de tratamento, Implantologia Dentária, está em constante evolução, acompanhando sempre a vanguarda das melhores técnicas e materiais. Os implantes dentários oferecem uma solução segura, para a substituição de um ou mais dentes. Estes assemelham-se, sentem-se e funcionam como dentes reais, podendo voltar a mastigar alimentos outroras "proibidos", sem dor ou irritação, devolvendo, ainda, a estrutura facial.

Existem há cerca de 25 anos. Nos últimos 12 anos as taxas de sucesso têm vindo a subir consideravelmente. Com assistência profissional e cuidados pessoais, a taxa de sucesso é actualmente superior a 90%.

Normalmente o desconforto doloroso não é um problema. Os utentes relatam que tirar um dente foi mais doloroso que a colocação de um implante. O médico utiliza um regime anestésico de modo a evitar a dor.

Quando sair do consultório, será receitada a respectiva medicação, de forma a que a dor seja eliminada.
Os pacientes que podem ter implantes dentários vão desde a adolescência a adultos de 80 anos. Saúde geral e osso em bom estado são os factores a avaliar aos candidatos a implantes dentários.

É necessário que se mantenha a rotina diária de higiene oral e são aconselháveis visitas semestrais ao seu médico para efectuar uma limpeza de rotina e uma consulta de avaliação.

A nossa clínica utiliza implantes dentários osteointegrados importados, da marca Sueca Nobel Biocare, líder mundial no sector. Utilizamos os sistemas Branemark System e Replace Select. Para maiores informações, como depoimentos, vídeos e imagens, visite o site da empresa: http://www.nobelsmile.pt

 

Implantes Dentários de Carga Imediata

Ao longo dos tempos tem-se verificado uma constante evolução dos estudos, técnicas cirúrgicas e materiais, permitindo minimizar o tempo necessário para a reabilitação da colocação de implantes dentários, reduzindo os tempos cirúrgicos para uma fase única, sem interferir com a osteointegração.
Carga imediata pode ser precoce nas primeiras 24 horas após a cirurgia, ou mais tarde, entre 8 dias ou até 3 semanas após a cirurgia.

A colocação dos implantes dentários é feita normalmente com anestesia local e sem que haja dor. O pós-operatório na grande maioria das vezes é tranquilo e qualquer desconforto é extinto com o uso de analgésicos. Em alguns casos é possível a realização de implantes dentários utilizando o processo de carga imediata.

Nestes casos uma prótese provisória é instalada imediatamente após a colocação dos implantes dentários. Para que possa ser realizada a carga imediata é necessário que exista quantidade e qualidade óssea adequadas, além de alguns cuidados por parte do paciente.


 

Enxerto Ósseo

Nos casos em que há acentuada atrofia óssea e não é suficiente para a instalação de implantes dentários, o paciente deve ser submetido a um enxerto ósseo para aumentar a altura e/ou espessura óssea. Hoje em dia dispomos de várias formas de enxertos. O osso geralmente é removido da parte posterior da mandíbula, mas em alguns casos também podemos utilizar osso do mento, ilíaco, tíbia e calota craniana. Outra opção, é a utilização de biomateriais, que são substitutos ósseos confeccionados industrialmente. A escolha do tipo de enxerto a ser utilizado deve ser uma decisão do dentista e do paciente conjuntamente, analisando as vantagens e desvantagens de cada técnica.

 

                                                         

 

Levantamento do Seio Maxilar - Sinus Lift

É também um processo de regeneração óssea que tem como principal objectivo conservar aumentar o volume de osso disponível no maxilar superior. 

Quando é necessário?

Em casos onde a altura do osso, no maxilar superior, não é suficiente para a colocação de implantes.

Como se faz a elevação do seio maxilar? 

Em casos de perda óssea menor basta levantar um pouco a parede do seio e colocar uma pequena quantidade de osso (artificial) . Em caso de perda óssea extensa faz-se uma janela lateral na parede do seio e preenche-se este com osso.

Causas da perda óssea

Porque é que se perde osso? 

Com a perda dos dentes o osso tem tendência a desaparecer. Os seios maxilares são umas cavidades presentes no maxilar superior, preenchidas por ar,  cuja principal função é libertar peso do crânio. Quando não há dentes estes aumentam o seu volume e o osso é reabsorvido. 

No caso dos dentes estarem presentes e ainda assim existir perda óssea, há certas complicações que podem desenvolver esta, como é o caso da periodontite - doença não reversível dos tecidos de suporte do dente - que faz com que o osso sofra reabsorção no local.

 

 

 

 

Implantes Zigomáticos

O Implante Zigomático é o implante dentário indicado para pacientes com grandes atrofias ósseas (maxilares sem altura e/ou largura suficiente para realização de implantes dentários, devido à perda óssea).
Trata-se de uma técnica avançada, desenvolvida na Suécia, que constitui uma alternativa ao tratamento de pacientes com atrofia óssea severa, evitando recorrer a enxertos ósseos de outras regiões do corpo.
Os implantes zigomáticos são implantes dentários que se diferenciam dos convencionais pela sua fixação ao corpo do osso zigomático e por apresentarem diferentes características tais como tamanho, diâmetro e angulações específicas.

A utilização desta técnica é uma excelente alternativa ao tratamento de pacientes desdentados e com pouca massa óssea na região maxilar. Para os pacientes, representa uma esperança no tratamento, possibilitando a confecção de uma prótese fixa superior, substituindo as próteses totais removíveis, no próprio dia da cirurgia.


A Clinicaldent Institute utiliza esta técnica de vanguarda que representa uma alternativa na reabilitação estética, mastigatória e funcional dos pacientes com severa perda óssea maxilar.

Cirurgia Não Invasiva em Implantologia. O que é?

A cirurgia não invasiva é a colocação de um implante dentários, sem a abertura ou corte na gengiva. Deste modo, o paciente não necessita de pontos para colapsar a gengiva, pois os implantes são colocados através da gengiva (técnica transgengival).
Esta técnica requer uma grande experiência clínica, bem como de condições especiais e ótimas do paciente. 


Cirurgia Guiada

Implantes dentários já podem ser instalados de uma forma menos traumática e com menor risco possível ao paciente. A cirurgia guiada é realizada, primeiramente, no computador a partir de uma tomografia tridimensional da arcada dentária do paciente.

As imagens da tomografia computadorizada (TC) são manipuladas em um software específico que permite o planejamento minucioso da cirurgia em 3 dimensões (3D). O cirurgião-dentista pode planejar e instalar os implantes dentários de uma forma virtual, escolhendo a posição e inclinação mais adequada dos implantes, bem como a quantidade de implantes dentários a serem utilizados, levando em consideração as restrições anatômicas do paciente.

Além disso, permite a confecção de um guia cirúrgico de alta precisão (cópia em escala real da região anatômica escolhida), que tem por objetivo permitir a instalação dos implantes dentários sem cortes na gengiva do paciente. Este guia indica ao cirurgião-dentista o local e a inclinação exata onde os implantes devem ser instalados. Ainda, em algumas situações, a instalação da prótese pode ser imediata. Sabendo, previamente, onde os implantes serão instalados, a prótese pode ser confeccionada antes e instalada no mesmo dia.

Contudo, nem todos os pacientes podem fazer a cirurgia guiada. Somente aqueles que apresentem condições ósseas satisfatórias (espessura e altura) para a instalação dos implantes dentários. Aqueles que apresentarem perda óssea precisam passar, previamente, por uma cirurgia de enxerto ósseo. Este procedimento de enxertia óssea pode ser com osso do próprio paciente (enxerto autógeno – retirado da mandíbula, crista ilíaca ou calota craniana) ou com osso do Banco de Ossos Humano.

Vantagens da cirurgia guiada: 

  • Procedimento cirúrgico menos invasivo
  • Menor tempo cirúrgico
  • Redução dos riscos presentes nas cirurgias tradicionais
  • Instalação da prótese no mesmo dia
  • Recuperação pós-operatória mais rápida
  • Redução dos erros trans-cirúrgicos devido ao planejamento detalhado previamente

Desvantagens da cirurgia guiada: 

  • Maior custo
  • Erros na realização da TC
  • Erros na manipulação do software e planeamento virtual
  • Erros na confecção do guia cirúrgico


Implantes Dentários All-On-Four - Tratamento do Maxilar sem Enxertos Ósseos

Em que consiste a Implantologia Multidisciplinar?

A implantologia dentária trata e reabilita a falta de dentes com soluções fixas. Esta área tem tido uma enorme evolução ao nível das técnicas cirúrgicas e dos materiais utilizados. São exemplo disso, a cirurgia guiada por computador e o conceito de metal free. Este conceito significa que já é possível produzir próteses de qualidade, fixas e sem metal no seu interior.

A filosofia do Tratamento All-On-Four, não é só a celeridade  de todo o processo envolvente, assim como a de evitar os enxertos ósseos.
A Clinicaldent Institute considera importante, em alguns casos, aumentar o suporte da prótese fixa com o aumento do número de implantes dentários colocados. No maxilar superior, na maioria dos casos clínicos, são introduzidos cinco ou seis parafusos de titânio, com o objetivo de assegurar a longevidade e a estabilidade do tratamento.

O que é o Tratamento All-On-Four?

O Tratamento All-On-Four permite a desdentados totais, com atrofia maxilar severa, a reabilitação em implantologia, sem recorrer a enxertos de osso. O maxilar superior está mais sujeito a perda óssea, devido não só à perda de dentes, mas também porque existe a pneumatização do seio maxilar. Estes fatores originam, posteriormente, a ausência de osso. É bastante frequente pacientes com osso apenas na zona anterior de canino a canino. Pessoas com estas características são especialmente candidatas à reabilitação com implantes dentários sobre dentaduras (próteses acrílicas fixas com implantação).

O procedimento consiste em colocar dois implantes dentários, inclinados até 30 graus na zona posterior, onde existe perda de osso e dois implantes no setor anterior. O conceito pioneiro é precisamente sendo este denominado de All-On-Four; permite aumentar a base de sustentação e aparafusar próteses (fixas) híbridas ou de cerâmica com doze dentes.

 

                                           

 

Como é processado o planeamento do Tratmento All-On-Four?

Estas intervenções são sempre planeadas com tomografias computorizadas, que facultam as imagens bem definidas em diversos planos tridimensionais. Através da radiografia é possível planear o local da intervenção, a inclinação e o diâmetro do implante dentário, assim como todo o processo que envolve a cirurgia.

Vantagens do Tratamento:

  • Os implantes dentários inclinados no All-On-Four são colocados em locais onde a quantidade de osso é maior, não sendo necessário recorrer a cirurgias de enxertos, tais como a elevação de seio, que tornam o tratamento mais dispendioso e demorado. Um enxerto de osso significa um tempo de espera e cicatrização de alguns meses;
  • Os implantes dentários com o Tratamento All-On-Four estão especialmente indicados em casos complexos considerados impossíveis;
  • Este tipo de tratamento simplifica todo o processo de reabilitação oral e permite aos pacientes usarem uma prótese fixa aparafusada sobre os quatro implantes dentários, mesmo quando há ausência de osso;
  • O custo total do tratamento é muito inferior comparativamente a implantes unitários. Com quatro implantes dentários é possível aparafusar uma prótese fixa com todos os dentes;
  • A manutenção e higiene das próteses fixas é muito fácil;
  • Permite mastigar e comer todo o tipo de alimentos sólidos;
  • O desconforto causado pelas próteses removíveis desaparecem;
  • A duração e longevidade deste tratamento depende em grande parte da sua manutenção, pelo que este tratamento poderá durar o resto da vida;
  • Os pacientes adquirem uma aparência mais jovem porque a face fica preenchida e harmoniosa e a imagem da pessoa é favorecida.


O que é implante Overdenture?

Implante tipo Overdenture é uma prótese de simples confecção, instalada sobre dois ou quatro pinos de titânio, dando condições adequadas de retenção e segurança na fixação. É uma prótese removível, de todos os dentes, que tem uma segurança maior de fixação de que uma prótese convencional (dentadura), pois é fixada sobre os pinos de implantes dando maior segurança ao paciente.

 

                                                   

 

Quais as vantagens em usar um implante Overdenture?

O seu principal objetivo é a reabilitação bucal em todas as suas funções: estética, fonética e mastigação, repondo de forma eficaz os dentes ausentes ou perdidos.

Como é feito o implante Overdenture?

Depois de instalar os implantes dentários, (pinos de titânio que substituem a raiz do dente), o cirurgião-dentista irá fixar a prótese sobre os implantes já cicatrizados. Este período irá variar de paciente para paciente e, dependendo de condições específicas, a prótese poderá ser instalada no mesmo procedimento (o que chamamos de implante de carga imediata)

É realizado o envio dos moldes para o técnico em próteses dentárias (protético). Depois de pronta a prótese, algumas consultas são necessárias para determinação da altura, tamanho e formato dos dentes, sendo sempre todas as etapas acompanhadas pelo dentista. Depois dessa etapa a prótese é fixada no pino de implante, finalizando dessa forma o seu tratamento.

Quais os riscos de eu não fazer um implante Overdenture?

Não realizar o tratamento de reposição de dentes perdidos com implantes provoca uma série de problemas de saúde. Alguns exemplos são:

  • Deficiências na mastigação e digestão.
  • Dificuldade para higiene bucal.
  • Interferência na fala.
  • Perda óssea severa e de outros dentes.

Além disso, pode haver reflexos psicológicos causados pela alteração do padrão estético, tornando o paciente inseguro, com baixa estima, isolamento social e possível depressão. A reabilitação da saúde bucal através de implantes é uma solução eficaz, segura, duradoura e que agrada a muitos pacientes. (Veja Mais)

 




 



CLÍNICA DENTÁRIA EM LISBOA

CLINICALDENT INSTITUTE

-Contactos-

Unidade Entrecampos:
218 260 315
915 980 601
968 407 272
936 382 930

Unidade Portela:
211 321 155
918 938 620

URGÊNCIAS DENTÁRIAS 24H
913 387 161

 info@clinicaldent.pt