#  DESTAQUES  #


Marcação Online de Consulta





















PERGUNTAS (FAQ) :: Dentisteria « anterior
Quais os materiais utilizados nas restaurações dentárias?
 
  • Resinas compostas (compósitos) combinam com a cor dos dentes são utilizadas quando se deseja uma aparência mais natural adaptando-se à cor dos dentes existente. Os ingredientes (compósitos) são misturados e colocados directamente na cavidade, onde endurecem. As resinas compostas não são o material ideal para restaurações muito extensas, partem-se mais facilmente e sofrem desgaste com o tempo. Também podem manchar com pigmentos (tabaco, chá, café) e não duram tanto quanto outros tipos de restaurações - Duração 3 a 10 anos em função do restauro, são no entanto os que produzem uma menor destruição do dente por causa da maior capacidade dos compósitos em aderirem ao dente.
     
  • Restaurações de porcelana (outlays ou inlays) são também designadas por incrustações ou facetas. São feitas sob medida por um laboratório de próteses e, em seguida, cimentadas no dente. Podem combinar com a cor do dente e resistir a manchas. A restauração de porcelana geralmente cobre a maior parte do dente.
     
  • Restaurações de amálgama (prata) são resistentes e relativamente baratas. Devido à sua cor escura, são mais visíveis que a porcelana ou o composto de resina, não são utilizadas em áreas muito visíveis.
     
  • Restaurações a ouro são feitas propositadamente num laboratório de próteses e colocadas no dente. A tolerância dos tecidos a este tipo de restauro é elevada e a sua durabilidade pode-se extender a mais de 20 anos. Muitos técnicos consideram o ouro o melhor material para restauração, no entanto, requer várias visitas à clínica dentária e tem um preço elevado.





 


Contactos

Unidade Entrecampos:
(+351) 218260315
(+351) 915980601

Unidade Portela:
(+351) 211321155
(+351) 918938620

URGÊNCIAS DENTÁRIAS
(+351) 913387161

Email: info@clinicaldent.pt

Facebook Instagram

Actualizamos a Politica de Privacidade

Consulte