#  DESTAQUES  #


Marcação Online de Consulta


 



















PERGUNTAS (FAQ) :: Med. Dentária Preventiva « anterior
Como é que os adolescentes podem manter os dentes brilhantes e saudáveis?
 

A melhor maneira dos adolescentes manterem um sorriso bonito e dentes saudáveis é preservarem os bons hábitos orais iniciados durante a infância. Assim, é importante que:

  • Escove os dentes pelo menos duas vezes por dia com uma pasta dentífrica fluoretada, para remover a placa bacteriana e proteger os dentes dos agentes desmineralizantes; 
  • Use o fio dentário diariamente para remover a placa bacteriana entre os dentes e junto da linha gengival;
  • Limite a ingestão de alimentos e bebidas açucaradas (especialmente bolachas, cereais com açúcar, pão achocolatado, caramelos, rebuçados, refrigerantes, etc.);
  • A ingestão de bebidas gaseficadas deve ser através de “palhinhas”, para que não se promova erosões dentárias;
  • Visite o profissional de saúde oral regularmente para prevenir precocemente qualquer tipo de distúrbio oral e minimizar os impactos;
  • Nesta fase da vida tornam-se particularmente importantes aspectos relacionados com a auto-estima e estética oro-dentária, daí que um crescente número de jovens adira a correcções ortodônticas. Durante esse tratamento assume também particular importância a higiene oral dos aparelhos ortodônticos;
  • Outro aspecto importante será a associação de hábitos que podem de forma irreversível comprometer o estado de saúde oral, nomeadamente o consumo de tabaco, álcool, drogas ou, mais recentemente, o recurso a piercings orais e periorais.

Desta maneira pode ajudar os dentes a durarem toda a vida. Uma boca saudável fá-lo-á sentir-se bem. Também lhe confere um hálito fresco e um sorriso bonito.

Ortodontia: muitas crianças e adolescentes precisam de tratamento ortodôntico para corrigir o apinhamento dentário, dentes mal posicionados ou um mau alinhamento dos maxilares.

Os dentes que não estão posicionados correctamente são mais difíceis de escovar, têm mais probabilidades de serem afectados por lesões de cárie e perdidos precocemente, bem como podem causar distúrbios devido a uma maior sobrecarga sobre os músculos mastigadores.

Para a avaliação das necessidades de tratamento ortodôntico deverá o adolescente recorrer a consulta especializada de medicina dentária e, perante um conjunto de exames clínicos e fotográficos, será possível determinar se esse jovem precisa de aparelho ortodôntico e que tipo de tratamento será o mais adequado.

Protectores orais: se pratica desporto, os protectores orais são imprescindíveis para proteger o seu sorriso. Estes dispositivos devem cobrir os dentes e estão indicados para protegê-los contra os traumatismos, cortes laterais e outros danos na boca.

Estes dispositivos devem ser confeccionados em função do formato da boca, o que obriga a realização de moldes durante consulta dentária.

Nutrição: desempenha um papel importante na sua saúde oral. Os açúcares e os hidratos de carbono existentes em muitos alimentos e bebidas suportam a formação da placa bacteriana que destrói o esmalte dos dentes. Limite a quantidade de alimentos e bebidas que contêm açúcares e hidratos de carbono, porque os seus dentes são atacados por ácidos por eles formados.

Fazer uma dieta que contenha os cinco grupos alimentares, distribuídos equilibradamente, pode trazer uma grande diferença à sua saúde oral. Para as pequenas refeições ou lanches, escolha alimentos nutritivos como queijo, vegetais crus, iogurte natural, leite ou fruta.

Disfunções na alimentação: bulimia (vómito depois de ingerir comida) e anorexia (um medo desordenado de ganhar peso, frequentemente resultando no vómito) são desordens muito sérias que afectam directamente os dentes por erosão do esmalte dentário, pelo facto de o vómito ter um conteúdo ácido.

O seu médico dentista pode corrigir um esmalte dentário deteriorado, mas deve tratar estas desordens na alimentação mediante apoio psicológico sobre a preservação da imagem e autocontrolo. Se acha que tem, ou pode vir a ter, alguma disfunção alimentar, fale com o seu médico.

Fumar: se não fuma, não comece. Juntamente com outros problemas de saúde, o tabaco mancha os dentes e gengivas. Fumar, a longo prazo, aumenta o risco de desenvolvimento de cancro oral e de doenças gengivais.

Se fuma, deve ter particular atenção ao estado da sua boca, dentes e lábios. Submeta-se regularmente a consulta de medicina dentária e obtenha informação sobre a detecção de algum problema oral.






 


Contactos

Unidade Entrecampos:
(+351) 218260315
(+351) 915980601
(+351) 968407272
(+351) 934113585

Unidade Portela:
(+351) 211321155
(+351) 918938620

URGÊNCIAS DENTÁRIAS
(+351) 913387161

 info@clinicaldent.pt

 

Actualizamos a
Politica de Privacidade


CONSULTE